NOVIDADE!

26 de jul de 2011

Simulando um Drive de Discos

Como simular virtualmente um drive de disco (CD/DVD)?

Antes de prosseguir lendo este artigo, é importante que você antes saiba o que são imagens de disco, ou imagens de CD/DVD ou ainda, imagens ISO clicando Aqui.

Montadores de imagens, são aplicativos que simulam um disco no drive de discos, seja um CD ou DVD.

Esses aplicativos criam um drive virtual e, quando solicitado para montar uma imagem, "preenchem" este drive virtual como que reproduzindo um disco, seja um dvd de filme, seja uma cd de instalação, ou simplesmente um disco de arquivos diversos.

Um dos melhores aplicativo para manipulação, edição e criação de imagens de disco é o UltraISO haja visto que este aplicativo reconhece diversos formatos/extensões de arquivos de imagens.

Já vimos que existem vários formatos de imagens de disco, porque que cada aplicativo de gravação cria sua própria extensão de arquivo de imagem e que qualquer programa de gravação de imagens que se preze, reconhece uma imagem com extensão .ISO.

Lembre-se de que o UltraISO é um poderoso editor para arquivos de imagens, que também é capaz de monta-las em dispositivos virtuais. No entanto, existem programas bem mais leves somente com este fim.

Faça uma busca em algum site como o SuperDownloads ou Baixaki e encontre diversos aplicativos gratuitos com este fim.

Montando uma imagem de disco
- Muito bem, mas qual a vantagem de montar uma imagem de disco?

Muitas vantagens!
- Você não precisa andar com pastinhas de CDs/DVDs debaixo do braço;
- Está sempre à mão caso necessite fazer transferência do arquivo de imagem para algum dispositivo;
- Pode compactá-la para economizar espaço no HD;
- Pode fazer cópias em CD/DVD das imagens à qualquer momento - principalmente se estiverem num notebook - e distribuí-las;
- Se não conhece seu conteúdo, pode montá-la previamente num dispositivo virtual antes de queimá-la em disco;
- Se contem algum item que está sempre utilizando, não precisa ficar sempre recorrendo à pastinha de discos em busca de um disco específico;
- Como a imagem está no HD, a resposta na busca de arquivos é muitíssimo mais rápida que num drive de disco;
- Evita que o "põe-e-tira" do disco no drive, danifique o disco;
- Evita o desgaste do drive de disco, entre outros benefícios.

Como funciona?
Independente do aplicativo escolhido por você, após instalado, criará um novo dispositivo de CD/DVD, ou seja, um drive de discos virtual, ou seja ainda, um drive que literalmente NÃO EXISTE!. Não, não tem nada a ver com fantasmas :)

Veja abaixo, o exemplo de uma figura feita à partir do diretório "Meu Computador" da minha própria máquina:





Note que é possível visualizar uma Unidade de CD (F:) entre os dispositivos. Este dispositivo não existe literalmente, pois o único drive de disco que tenho instalado em meu computador é o que faz referência a letra (E:).

Lembre-se de que o Windows identifica os dispositivos instalados utilizando as letras do alfabeto.

No caso da minha máquina segue o seguinte:

A: Drive de disquete 1 (floppy) - disponível
B: Drive de disquete 2 (floppy) - não instalado
C: Partição do HD com sistema Windos
D: Outra partição do HD*
E: Drive de disco (CD/DVD)
F: Drive Virtual

(*) Um HD pode ter várias partições e o Windows irá agregar uma letra a cada uma.

Esta unidade ficará inutilizada até que seja-lhe agregada uma imagem ou que uma imagem seja agragada à este dispositivo. À esta ação, denominamos montagem, ou, "montar a imagem".

Caso esteja utilizando o aplicativo UltraISO existem 2 maneiras como é possível visualizar nas figuras abaixo:


MODO 1:



Clique com botão direito do mouse sobre o dispositivo virtual > UltraISO > Montar.
Agora, basta indicar ao UltraISO o arquivo de imagem que deseja montar.


MODO 2:



Clique com botão direito do mouse sobre o arquivo de imagem > UltraISO > Montar na Unidade F*

(*) Obviamente, "F" é a letra correspondente a unidade virtual da minha máquina. Provavelmente a letra correspondente à unidade virtual da sua máquina seja outra.

A imagem montada no dispositivo virtual do exemplo, é a do filme em DVD "Revolution O. S." (veja figura abaixo), mas lembro que qualquer imagem com qualquer conteúdo poderá ser montada.





Depois que montar uma imagem, proceda como se houvesse um disco no seu drive de discos. Se for uma imagem de DVD de filme, reproduza com seu player favorito. Provavelmente o reconhecimento pelo player será automático assim que a imagem for montada. Se for uma imagem de instalação de algum aplicativo proceda com a instalação normalmente. Se for imagem de um disco de mp3 reproduza com seu player de audio favorito, etc.

Desmontando a imagem
Note que, enquanto uma imagem estiver montada num dispositivo virtual, ela não poderá ser excluída, movida ou editada. Antes de qualquer uma dessas ações, deverá ser desmontada.


EJETAR:



Para isso, clique com botão direito do mouse no dispositivo virtual e selecione Ejetar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário