NOVIDADE!

26 de jul de 2011

Criando Cópias de CDs e DVDs

Antes de sair copiando mídias em disco (CD/DVD) por ai, existem algumas informações que você deve saber. Essas informações lhe orientarão a criar suas próprias cópias, bem como fornecer arquivos dessas cópias à seus amigos, e até baixar albuns completos da internet em formato de imagem, e gravá-los em mídias virgens (CD/DVD).

Muito bem, vamos lá... para você iniciar no mundo dos backups (cópias de segurança), a primeira coisa que você deve saber é:

O que é uma mídia?
Tudo que recebe e armazena dados pode ser considerado mídia. Desde uma agenda aonde você faz anotações à lápiz até um disco rígido de computador. Pendrives, CDs, DVDs, MDs, HDs, Fitas K7 (Ex: VHS), etc... O processo de gravação de mídias depende do dispositivo que se usa.

à lazer: CDs e DVDs;
processo magnético: Fitas K7, Cartões de banco/crédito;
impulsos elétricos: Cartões de memória, etc.

Assim como existem dispositivos específicos para gravação, também existem dispositivos específicos para leitura. Os dispositivos equipados para gravação de mídia, também são preparados para ler as informações gravadas. Neste tutorial, toda a vêz que você ler sobre mídia, estaremos falando de CDs ou DVDs. Quando o não for, especificarei que tipo de midia estamos falando, ok?

O que é uma ISO?
Imagem ISO, ISO, ou somente imagem, é uma mídia completa de informações, mas em formato de arquivo. Uma ISO, é um "espelho" de uma mídia física. Uma ISO contém todas as informações de arquivos e informações físicas da mídia original. Assim, quando você queima (grava) uma imagem ISO numa mídia virgem, esta midia virgem após ser queimada, passa a ser idêntica à mídia original.

Como uma imagem ISO é um arquivo, pode ser dividido em partes, compactado, hospedado em algum servidor de repositórios, tranferido via internet para algum amigo via e-mail ou algum programa de messenger, etc... Estas são as vantagens de se criar uma ISO.

Existem vários programas especializados em criar imagens ISO. Nero, Discjuggler, Alcohol120%, CloneCD, K3B, entre outros. É importante notar que o nome de imagem "ISO", é dado devido a extenção do arquivo de imagem, ex: backup.iso. Então, vale lembrar que cada um desses programas de gravação acima, cria sua própria extensão de imagem. No entanto, todos estes copiadores mencionados, bem como qualquer copiador que se preze, reconhece uma imagem com extenção ".iso".

Como criar a imagem de uma mídia?
Destacarei aqui os copiadores mais comuns Nero e Alcohol120% para Windows e K3b para GNU/Linux.

Nero
Insira a midia que será copiada no drive de disco, e execute o copiador Nero;
Selecione a opção "copiar um disco inteiro";
Selecione um nome para a imagem que será criada e o diretório em que será salva;
Clique em "iniciar".

No final do processo, vá ao diretório que você escolheu para salvar a imagem. Procure um arquivo com extensão .nrg. Este arquivo, é uma imagem ISO criada pelo Nero.

Alcohol120%
Insira a midia que será copiada no drive de disco e execute o copiador Alcohol120%;
Selecione a opção "Assistente para criação de imagem";
Selecione um nome para a imagem que será criada e o diretório em que será salva;
Clique em "iniciar".

No final do processo, vá ao diretório que você escolheu para salvar a imagem. Procure 2 arquivos com extensão .mdf e .mds. Estes arquivos, são uma imagem ISO criada pelo Alcohol120%. O Alcohol cria 2 arquivos.

K3b
Insira a midia que será copiada no drive de disco;
Execute o copiador K3b preferencialmente como administrador, para ter acesso à todos os recursos do aplicativo;
Na aba "opções", selecione a caixa "Somente criar imagem";
Na aba "imagem", selecione o diretório em que você tenha permissão de escrita para salvar a imagem;
Clique em "iniciar".

No final do processo, vá ao diretório que você escolheu para salvar a imagem, e localize o arquivo com extensão ".iso".

Criar imagem via linha de comando
Ainda no GNU/Linux, se tratando de uma midia de dados, é possivel criar um imagem ISO via linha de comando, como segue:

Execute um emulador de terminal (xterm, konsole, etc), ou o seguinte comando num terminal puro, após inserir a midia que será copiada no drive de disco:

$ dd if=/dev/"dispositivo de disco" of=/"diretório que você tenha permissão de escrita"/imagem.iso

Observação importante: Não é possível criar um arquivo de mais de 4Gigas (ex: filme em DVD) em discos com formatação FAT! No entanto alguns copiadores (ex: Nero) dividem a imagem automaticamente.

4 comentários:

  1. Blogs como o seu ajudam realmente, principalmente àquelas pessoas que estão com dificuldade para a solução de um problema muitas vezes simples, mas que mediante uma orientação meio que DIDÁTICA como é o seu estilo de ensinar,é resolvido "sem traumas"..!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Problemas simples são sempre os mesmos e primeiros passos para se resolver problemas grandes e diversificados! :)

      Agradecido por seu comentário.

      Excluir